Prefeitura de Queimados - Mais Trabalho e Novas Conquistas
Facebook   Instagram   Youtube   Flickr   Blogspot

Noticías


Alunos da rede pública de Queimados aprendem a combater Fake News

Atividade contra as mentiras sobre as vacinas foi finalizada em um mini fórum com presença de profissionais da saúde, educação e jornalistas

10/07/2019 00:00

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Enquanto esta reportagem é lida, milhares de Fake News são produzidas e espalhadas pelas redes sociais. E foi  para combater esse tipo de propagação que os alunos da Escola Municipal Scintilla Exel, em Queimados, na Baixada Fluminense, se tornaram verdadeiros "caçadores de mentiras". O projeto teve o objetivo de acabar com as notícias falsas em relação às vacinas na comunidade escolar e,  para encerrar o projeto, a unidade promoveu um “Mini Fórum sobre Vacina”,  que contou com a presença de educadores, representantes da saúde e comunicadores. O evento aconteceu nesta segunda (8) e os alunos e convidados debateram sobre o fenômeno na internet. 

Sobre o tema  debatido, você já deve ter lido essas frases: ‘Vacinas causam autismo’ ou ‘Não vacine seus filhos: isso é um risco’. Pode não parecer, mas o principal fator sobre a queda da cobertura vacinal, é a propagação das chamadas Fake News, que foi apoiada por movimentos anti vacinas em todo o mundo. E para trabalhar essa temática a Secretaria Municipal de Educação desenvolveu o projeto “Comunicação é a arte de educar para conviver”,  onde todas as unidades de ensino participam da iniciativa.

E pelo andar veloz dessa proliferação, a temática chegou até às salas de aulas. Os alunos da Escola Scintilla Exel se tornaram influenciadores digitais, que, de maneira lúdica e criativa, desenvolveram com toda comunidade escolar oficinas participativas sobre a importância da vacinação e combate as Fake News por meio das redes sociais. A iniciativa que visa desenvolver uma postura critica e influenciadora sobre a vacinação, faz parte do projeto “Comunicação que nos próxima”, idealizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação. 

Presente na ocasião, o Secretário Municipal de Educação, Lenine Lemos, afirmou que as escolas são peças fundamentais para minimizar a desinformação: “O papel da escola e do educador é combater esse tipo de informação. E sabemos que nossas crianças e jovens estão cada vez mais conectados nas redes sociais, por isso que o tema gerador da SEMED busca trabalhar apoiar iniciativas como essas. E, fico muito feliz de perceber que os alunos foram atores de cada etapa”, frisou o educador.

“Meu grande desafio era fomentar dentro da unidade um espaço com informações corretas sobre vacinas e, deixando os alunos assumirem um papel dedestaque no desenvolvimento do projeto. Através de uma metodologia ativa e de uma aprendizagem autônoma, comecei a trabalhar situações reais. Já sabia que os meus alunos seriam os melhores influenciadores que o Programa Nacional de Imunização poderia ter”, disse a Professa da rede municipal Mytse Andréa.

 

Em busca da verdade

A partir das notícias sobre o retorno de doenças que haviam sido erradicadas no país, como sarampo, no ano passado (2018), que alarmou toda sociedade, os alunos promoveram um encontro com especialistas através de um “Mini Fórum sobre Vacina”. Com perguntas dirigida a mesa composta pelo Secretário de Educação, Lenine Lemos; a Subsecretária de Vigilância em Saúde, Kelly Lisboa; do Subsecretário de Comunicação, Leandro Machado, além da presença do professor de história Roberto Azevedo e da diretora Rosemar Seixas, os alunos puderam sanar suas dúvidas.

Quem nunca recebeu uma notícia falsa em um grupo de família ou até mesmo pelos amigos e repassou sem ao menos verificar sua veracidade? E quem respondeu essa pergunta foi o Subsecretário de Comunicação, Leandro Machado. Segundo o Jornalista, é importante que, antes de divulgar qualquer noticia, se faça a chamada apuração: “Fake News é, e em alguns casos, sensacionalistas. Todo relato por meio de texto ou dados, precisa passar por um crivo de checagem, ou seja, verificar se aquela matéria condiz com o assunto. Na dúvida, não compartilhe, pois esse ato pode prejudicar indiretamente algo ou alguém”, enfatizou.

As influenciadoras Maria Clara Sanches (12) e Sandy Honório (12), destacaram a responsabilidade de incentivar as pessoas, inclusive sobre a importância da vacinação: “Estamos felizes por participar desse momento com especialistas. É importante alertar a população que não podemos acreditar nas fakes news, pois são informações que atinge vidas”, alertaram as alunas do 7º ano.

Últimas Notícias

keyboard_arrow_left
    

Última etapa da competição acontece neste fim de semana no Sesc de São João Meriti. Entrada é franca

Parceria com o Iterj legalizará a posse de moradores que vivem em ocupações irregulares no município

Distribuição de mudas nativas da Mata Atlântica, ecopiquinique, plantio e passeio pelo Parque Laje são algumas das programações

Evento reuniu representantes de diversos municípios para discutir ações em prol da Bacia do Rio Guandu

Cerimônia aconteceu nesta segunda-feira (16) na Câmara de Vereadores e contou com a presença do Prefeito Carlos Vilela. Gestão é referente ao biênio 2019-2021

Iniciativa abordou técnicas de escovação bucal, utilização do fio dental e cuidados com próteses dentárias

Cerca de 70 profissionais de saúde e educação participaram do evento, realizado nesta segunda (16) no auditório da SEMUS 

Encontro acontecerá na próxima segunda (16), no auditório do Centro de Esporte e Lazer da Terceira Idade

    
keyboard_arrow_right
Facebook     Twitter     Youtube     Flickr     Blogspot