Prefeitura de Queimados - Mais Trabalho e Novas Conquistas
Facebook   Instagram   Youtube   Flickr   Blogspot

Noticías


Saúde mental de crianças e adolescentes é tema de Fórum em Queimados

Centro de Atenção Psicossocial infanto-juvenil promove encontro para debater especificidades do público-alvo atendido no espaço

23/07/2019 14:04

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

Assim como as atividades físicas e uma alimentação saudável são indicadas para a saúde do corpo, o cuidado com o bem-estar da mente também precisa ser uma realidade na vida das crianças e adolescentes. Por isto, a Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu um Fórum Intersetorial de Saúde Mental, nesta segunda-feira (22), na sede do órgão. Sob o tema “Demandas do Centro de Atenção Psicossocial infanto-juvenil (CAPSi) de Queimados: Uma análise descritiva exploratória”, o evento apresentou um levantamento dos atendimentos realizados pelo setor entre os meses de abril e julho deste ano. Cerca de 20 profissionais de saúde estiveram presentes no evento.

Durante este período, 83 crianças e adolescentes começaram a frequentar o CAPSi. Deste total, 59% são meninos e 55% crianças. Os dados apresentados pela psicóloga do setor, Leila Andrade, apontam que 60% dos novos usuários sofrem com problemas comportamentais, de adaptação, neurológicos, cognitivos, de aprendizagem e de fala. Os outros 40% são de depressão, transtornos psicóticos e ansiosos, situações de vulnerabilidade e tentativas de suicídio.

“Esse levantamento é de suma importância para o andamento do trabalho. Através desses dados apresentados, conseguimos entender a nossa demanda e ver a necessidade dos nossos usuários para melhorar ainda mais os serviços que a gestão municipal oferece aos pacientes”, explicou o Vice-prefeito, Machado Laz.

Para a Subsecretária da Pasta, Ruth Costa, o cuidado com a saúde mental infantil também precisa ser visto como algo sério. “Apesar de ainda haver muito preconceito e tabu quando o assunto é tratar da mente, a gestão municipal tem conseguido fazer um belo trabalho na cidade. Atualmente, o CAPSi conta com 232 pessoas em tratamento, com idade entre 2 e 23 anos”, afirmou a gestora ao lado da Coordenadora de Saúde Mental, Tânia Alves.

Inaugurado em 2009, o CAPSi é responsável por acolher, tratar e reinserir socialmente as crianças e adolescentes que tenham transtornos mentais. Para receber atendimento na unidade é necessário procurar o órgão portando identidade, CPF, comprovante de residência e cartão do SUS, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Rua Heloísa, 829, Fanchem. O órgão também atende pelo (21) 2665-1238.

Últimas Notícias

keyboard_arrow_left
    

Cerca de 40 alunos que participam das salas de recursos da rede pública de ensino participaram das atividades nesta quinta (22)

Só no mês de agosto, mais de 40 pacientes serão beneficiados por procedimento que pretende zerar fila de espera no município

Agentes do Proeis desconfiaram de nervosismo de condutor durante patrulhamento de rotina nesta terça-feira (20)

Atletas queimadenses participaram da estreia dos Jogos da Baixada e de mais uma edição da Copa Queimados de Jiu-Jitsu Profissional

Evento, que aconteceu na sede da Secretaria Municipal de Saúde, contou com a participação de autoridades locais e palestra do Instituto Novo Ser

Cerca de 60 alunos da unidade Anna Maria dos Santos Perobelli concluíram projeto da Articulação de Leitura nesta sexta (16). Pais e convidados aprovaram iniciativa

Primeiro dos três simulados preparatórios para a avaliação foi aplicado em toda a rede municipal nesta sexta-feira (16)

Entre os cursos estão graduações, inglês, espanhol, informática e gestão de administração

    
keyboard_arrow_right
Facebook     Twitter     Youtube     Flickr     Blogspot