Notícias


DEFESA CIVIL DE QUEIMADOS INTERDITA CASA COM RISCO DE DESABAMENTO E SALVA A VIDA DE FAMÍLIA

Após vistoria técnica, agentes pediram a evacuação imediata do local. Pouco mais de 24 horas depois, parte do imóvel veio ao chão

08/03/2019 00:00

SECRETARIA MUNICIPAL DE DEFESA CIVIL

Uma decisão que poupou a vida de três pessoas. As lágrimas que correm no rosto da dona de casa Jane Maria de Brito (42), moradora do bairro Vista Alegre, refletem uma mistura de sentimentos: A tristeza em ver sua casa em ruínas e o alívio em saber que sua família passou  ilesa, apesar do desastre. O bem-estar foi possível por causa de uma interdição dos agentes da Defesa Civil, no  dia 19 de fevereiro, e a ordem imediata de evacuação do local. Pouco mais de 24 horas depois, parte da  residência ruiu.

O acidente aconteceu por causa de uma construção irregular ao lado da casa da família. Grande parte dos  escombros caiu exatamente no quarto onde ficavam as duas camas da família. Onde dormia o filho do casal,  uma criança de apenas 10 anos, desabou uma viga que, certamente, esmagaria o menino. Outros pedaços dos  destroços caíram onde estaria dormindo o casal.

 

No local, além de Jane, moram o esposo Paulo César (32) e o filho do casal Paulo Gabriel, de apenas 10 anos.   Após perceber que a obra do vizinho podia oferecer riscos, a dona de casa procurou a Secretaria Municipal de  Defesa Civil para fazer uma vistoria no local. Com a chegada dos técnicos da instituição, a ordem para a família  deixar o local foi imediata.

 

 Dona Jane voltou pela primeira vez ao local depois da interdição. Ao lado do filho, a senhora quando viu parte   de  sua casa no chão, não conseguiu segurar a emoção: “É triste ver algo que você lutou para construir durante   toda vida acabar desta forma, mas tenho que agradecer muito à Defesa Civil, afinal, se não viesse aqui e não   tivéssemos saído imediatamente, esta hora estaríamos todos mortos”, contou.

 O secretário municipal de Defesa Civil, Davi Brasil, esteve no local e falou sobre a importância do trabalho da   Pasta: “Esta é uma prova que devemos estar atentos às orientações de nosso corpo técnico. Se a pessoa não   concordar com a interdição, que procure questionar na justiça, mas deve sair imediatamente. Nossa função é   salvar vida com um trabalho preventivo, evitando os desastres. Estamos desde o primeiro dia ao lado da Dona   Jane e sua família e estamos felizes com o sucesso da operação”, destacou.

 

 

O trabalho dos agentes da Defesa Civil é intenso e diário. Em 2018, o corpo técnico da Pasta realizou um total de 102 vitorias técnicas no município, resultando em seis interdições e, felizmente, nenhuma morte em decorrência de desabamento. “Pedimos à população que, ao aparecer o primeiro sinal de risco, entre em contato conosco. Estamos à disposição 24h para cuidar da vida de nossos munícipes”, conta o gestor Davi Brasil.

Últimas Notícias

keyboard_arrow_left
    

Secretaria Municipal do Ambiente e Defesa dos Animais promoveu atividades de preservação com alunos das redes pública e privada

Conselho Municipal fez alterações no edital e taxa de inscrição não é mais necessária

Encontro entre sociedade civil e comissão municipal acontece neste sábado (30)

Arquibancadas lotadas mostram o amor dos queimadenses pelo esporte, neste domingo (24). Na oportunidade, foram premiados os melhores atletas da modalidade em 2018

Projeto 'Artes Aquáticas: Versando com a Cultura Negra' contou com exposições de quadros, performances na piscina, roda de samba e de capoeira, dança de rua e baile charme

Segunda edição acontecerá na Clínica da Família Pastor Rosalvo Dantas e contará com diversos como coleta de preventivo, atendimentos médicos e outros

Com jogo de futebol, sorteio de bolas e vacinação contra o HPV, evento aconteceu nesta quinta-feira (21) e reuniu cerca de 40 adolescentes

Aulas iniciaram nesta quarta-feira (20) na unidade Nova Cidade

    
keyboard_arrow_right

Facebook     Twitter     Youtube     Flickr     Blogspot